Skip to content

Para algumas pessoas, os pombos servem como um entretenimento em praças e outros pontos turísticos e que podem ser comprados com algumas crostas de pão velhas. Para outros, os pombos nada mais são do que “ratos com asas” que carregam patógenos que espalham doenças prejudiciais.

 

É fato que os pombos carregam um número surpreendente de patógenos que espalham doenças – mais de 60 variedades -, mas é extremamente raro que qualquer um deles seja fatal para os seres humanos. Por isso, antes de estabelecer uma postura de asco ou nojo desses animais, é preciso se informar de maneira adequada para se prevenir corretamente.

Como os pombos espalham doenças?

Os pombos transmitem doenças através de seus excrementos. Embora todos saibamos que não devemos tocar ou pegar excrementos de pombos com as mãos, é um pouco mais complicado do que isso.

 

Excrementos de pombos infectados com bactérias ou vírus são frequentemente deixados na rua, peitoris de janelas e carros e acabam secando. Quando o fazem, torna-se um pó que é soprado ou chutado no ar e depois inalado. A inalação deste pó é uma das maneiras pelas quais os patógenos que podem causar doenças chegam até os seres humanos.

 

Como citamos anteriormente, existem vários. Mas os patógenos mais comuns que podem causar doenças transmitidas por pombos para humanos são:

E. coli

Isso ocorre quando os excrementos de pássaros pousam em um suprimento de água ou alimento e são consumidos pelos seres humanos. Isso geralmente pode ser evitado lavando bem os alimentos antes de comer. Os sintomas incluem náusea, febre e cãibras.

Encefalite de St. Louis

Esta doença é transmitida pelos mosquitos depois que eles se alimentam de um pássaro que carrega o patógeno, espalhando a encefalite de St. Louis. Essa inflamação do sistema nervoso é perigosa para todas as faixas etárias, mas pode ser particularmente mais grave e até fatal em adultos com mais de 60 anos. Os sintomas incluem sonolência, dor de cabeça e febre.

Histoplasmose

Esta doença respiratória ocorre como resultado de um fungo crescendo nos excrementos de pombos e pode ser fatal.

 

Criptococose (Doença do Pombo)

A criptococose, também conhecida popularmente como Doença do Pombo é causada por um fungo conhecido como Cryptococcosis Neoformans. A infecção pode se espalhar para os seres humanos através do contato com fezes de pombos ou frutas cruas não lavadas. O contato com um indivíduo infectado também pode proporcionar a contaminação. Indivíduos com distúrbios caracterizados por imunidade reduzida têm alto risco de contrair esse tipo de infecção.

 

Na maioria dos casos, a infecção começa nos pulmões (forma pulmonar) e pode se espalhar para o cérebro, trato urinário, pele e / ou ossos (forma disseminada). Quando a infecção é limitada aos pulmões, os sintomas podem ser mínimos ou não são aparentes. Os sintomas respiratórios podem incluir tosse e dor no peito. Quando a infecção se espalha, ela tende a atingir o sistema nervoso central, especialmente o cérebro.

Tomografia computadorizada | Drauzio Varella - Drauzio Varella

Qual exame detecta a doença?

A tomografia de tórax e a Ressonância Magnética de Crânio são exames de imagens fundamentais para investigar possíveis sintomas e podem detectar alterações sugestivas desse tipo de doença.

Deixe seu Comentário





Scroll To Top